Rodrigo Souza

Rodrigo Souza

Emergindo comportamentos - das entrevistas para a persona

Criar uma persona envolve várias pesquisas, são dias de preparação, execução e tabulação de tudo o que foi feito. Após coletar esse material para trabalhar, como transformar isso em uma persona? Como fazer emergir dessas pesquisas personas representativas? Tive esse desafio após 30 entrevistas aprofundadas com perfis diversos, várias páginas de anotação e quase 2 dias de conteúdo em áudio gravado.

Era o único designer de um pequeno time de 4 pessoas, o objetivo era criar personas para pensar numa solução em IoT para o mercado automobilístico. Podia fazer isso de modo empírico, entretanto por ter um background acadêmico fui atrás de uma solução testada e que pudesse reproduzir em outro contexto. Encontrei o artigo sobre criação de personas do fluidproject.org, uma plataforma open source para o design centrado no usuário.

O maior ganho foi em utilizar a escala de afinidade. Uma lista de 8 a 15 itens que são utilizados para classificar comportamentos dos entrevistados, como “dirigir”: os entrevistados podiam gostar ou odiar. Em cada item foi definido um valor de 1 a 4, sem meio termo. Isso foi feito com todos os entrevistados. Ao final desse processo foi criado um “caminho visual” através dos itens que correspondeu a base das personas.


Sobre o palestrante

Minha formação é clássica, me graduei em e sempre tive um pé no mundo acadêmico e tecnológico. Trabalhei muitos anos com design e comunicação, liderando equipes de design até voltar

https://www.linkedin.com/in/rodrigolcsouza/