Sérgio Schüler

Sérgio Schüler

O que o usuário diz não é o que ele quer: usando jobs-to-be-done para entrevistas qualitativas

Muitas vezes o que o usuário diz não é o que ele de fato precisa e quer, as pessoas são muito ruins em articular que soluções fariam sua vida melhor. Porém elas são surpreendentemente boas em explicar os momentos de dificuldade e problemas que passam. Para isso usamos jobs-to-be-done para entender o âmago do problema e criar soluções inovadoras e verdadeiramente disruptivas.

Porém quando você vai aplicar jobs-to-be-done em um estudo você quebra a cara, porque não é tão simples. Essas técnicas são simples, mas difíceis de aprender porque o que se encontra em livros e na web é basicamente a parte estratégica do jobs-to-be-done, não a parte tática. Vou mostrar como fazer entrevistas para descobrir essas jobs que todo cliente tem, além de mostrar como extrair do cliente os critérios que ele utilizará para avaliar o grau que sua solução atende suas expectativas.

Com isso os participantes vão aprender como fazer na prática entrevistas baseadas em jobs, o que vai facilitar bastante a criação de produtos e serviços inovadores que satisfazem exatamente o que o cliente precisa.


Sobre o palestrante

Eu sou product manager da Resultados Digitais, já fundei e afundei uma startup e trabalhei na Noruega e na Índia.

https://www.linkedin.com/in/sergioschuler/