Lívia Gabos

Lívia Gabos

Como criar conteúdo para pessoas com deficiência visual num mundo visual

Na programação, no aprendizado, na criação de conteúdo, em diversas plataformas de ensino e em redes sociais, os recursos visuais (fotos e vídeos) são os mais utilizados para apresentação de um conteúdo. Mas, e se as pessoas que não conseguem consumir esse tipo de conteúdo? O que fazer? Quando eu deixo de lado a criação de um conteúdo acessível, eu estou pensando que meu conteúdo não é interessante para essas pessoas ou estou deixando simplesmente inacessível para elas?

Nessa palestra eu gostaria de dar algumas dicas para apresentar conteúdos que são considerados apenas ou muito visuais, para pessoas com deficiência visual, mostrando como tornar esse tipo de conteúdo acessível. Com a adição da acessibilidade veremos que os benefícios não ficam restritos à apenas para esse grupo de pessoas.

Fui professora de lógica e de programação, ensinando conteúdos de frontend e backend, para pessoas com deficiência visual. Por isso os exemplos que serão utilizados vão desde a apresentação de conteúdo do ensino de programação, como fluxograma, como fazer descrições de imagens e até como apresentar conteúdos em vídeos.

Sobre a palestrante

Trabalho a mais de 10 anos na área de tecnologia, e atuei principalmente com testes de usabilidade e acessibilidade no interior de São Paulo. Fiz mestrado na área de visualização de informação aplicada no processo de desenvolvimento de software. Hoje além de ser consultora sobre experiência do usuário, voltada para a parte de usabilidade e acessibilidade, eu também dou aulas de lógica e programação frontend e backend para pessoas com deficiência visual.

https://www.linkedin.com/in/liviagabos/